sexta-feira, 24 de abril de 2009

Eternidades

Deusa é mulher. Prá parir tem que gerar, prá gerar tem que tem útero. Prá ter útero, tem que ser mulher.
Deusa é mãe e não desampara.
Deusa é mulher, menstrua, tem TPM. Sabe-se lá como Deusa-mãe lidará com sua menopausa.
Deusa -mãe deve ter um trabalho danado em limpar e arrumar o universo inteiro todos os dias. Muito trabalho.
Imagina então cuidar deste mooooonte de filhos. Canseira.
Deusa-mãe, enquanto mulher, deve ser a culpada por tudo o que acontece de errado. Pelo menos é o que dizem: tudo culpa dela.
Pensa bem: se Deus(a) existe, só pode ser mulher.
Ah, este meu viés sexista que nunca consigo exterminar...

quarta-feira, 22 de abril de 2009

O dia em que a Seca voltou do Rio

A Seca voltou do Rio.
O Rio não é o RIO.
as coisas não são BEM ASSIM no Rio.
Uns amigos gostaram muito que a Seca voltou.
Outros amigos até gostaram.
O namorado ficou assim, assim...
a Seca tá procurando trabalho.
Mas não sonha mais com o Rio,
nem acha aquele namorado
tudo
tão de bom.
Mas começa a achar o sul maravilha.
Eu, faz tempo que acho.
O sul, meu sul É maravilha.
que nem a Seca, que não pensa mais em ir pro Rio.

O dia que a seca foi pro Rio

O Dia que Seca foi pro Rio teve despedida.
Teve tristeza no dia que a Seca foi pro Rio.
Teve salchipão, cerveja,
chilique de biba e namorado choroso.
A Seca foi pro rio prá não voltar,
Foi trabalhar no Rio.
Perdemos a Seca pro Rio
Tantas as declarações de amizade,
O pedido de casamento na véspera,
e a Seca foi pro Rio.

quinta-feira, 9 de abril de 2009

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Passado

Tudo agora, tão pouco e nada.
Paramos onde nossos estribos calados...
Seguiram mortas nossas vozes roucas
Calaram secos nossos passos poucos.
Acumulam-se horas,
Perderam-se dias.
Ficaram de fora
Apenas os gemidos do vento cruzado,
Enovelando nuvens na noite escura
Dos dias pardos de nossa vida.

Medos

Tenho problemas sérios com a morte.
Tenho medo que ela não me queira.
Medo que ela me abandone quando eu a queira,
Ou que ela me queira
quando eu menos a quiser.
Morte justa seria a morte presenteada
na hora certa.
morte nem antecipada
menos ainda protelada.
O problema da morte
é sua irracionalidade.